DA ESCASSEZ DE INFORMAÇÕES LOCAIS A NOVAS PRÁTICAS DE PRODUÇÃO DE NOTÍCIAS: O PAPEL DA TECNOLOGIA NAS FRONTEIRAS JORNALÍSTICAS

Autores

  • Jacqueline Silva Deolindo Centro Universitário Fluminense (UNIFLU Campus II),

Resumo

Resumo:

A fronteira, ao longo do tempo, se constituiu em um objeto transdisciplinar. Mais recentemente, também a comunicação tem se debruçado sobre o tema para pensar os aspectos que adquire a produção jornalística no limite dos territórios. Tomando como princípio a centralidade da comunicação na organização do espaço social e as especificidades sóciopolíticas do jornalismo, este texto desenvolve a ideia de fronteira jornalística, entendida como o extremo da região de cobertura e circulação da notícia. Ensaiamos também algumas reflexões sobre o risco que pode haver para os lugares privados dessa espécie de narrativa. O texto propõe, ainda, considerar algumas iniciativas de produção de notícias on-line como um recurso que o lugar lança mão para falar de si para si e para os outros.

Palavras-chave: Fronteiras Jornalísticas; Novas Tecnologias; Produção de Notícias; Cidadania.

Resumen:

El límite, con el tiempo, constituye un objeto transdisciplinar. Más recientemente, la comunicación también ha abordado el tema para reflexionar sobre los aspectos que adquiere la producción periodística dentro de los límites de los territorios. Teniendo como principio la importancia de la comunicación en la organización del espacio social y las especificidades socio-políticas del periodismo, este texto desarrolla la idea de la frontera periodística, entendida como el fin de la zona de cobertura y circulación de noticias. También ensayamos algunas reflexiones sobre el riesgo que puede existir para los lugares privados de esa especie de narrativa. El texto también propone considerar algunas iniciativas de producción de noticias en línea como un recurso el lugar utiliza para hablar consigo mismo y con los demás.

Palabras-clave: Fronteras Periodísticas; Nuevas Tecnologías; Producción de Noticias; Ciudadanía.

Abstract:

Frontiers, over time, have become a transdisciplinary topic. More recently, communication has also been working on the topic to think about the aspects that the journalistic production acquires within territory frontiers. Taking the centrality of communication as a principle in the organization of social space and journalism socio-political specificities, this text develops the idea of journalistic boundaries, taken as the limit of the coverage area and circulation of news. Also, we reflect on the risk that there may be for private places where there is this kind of narrative. The text also proposes to consider some on-line news production initiatives as are source that the place uses to talk about itself to itself and to others.

Keywords: Journalistic Boundaries; New Technologies; News Production; Citizenship.

 

Biografia do Autor

Jacqueline Silva Deolindo, Centro Universitário Fluminense (UNIFLU Campus II),

Jornalista e mestre em Comunicação pelo Programa de Pós-graduação da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro). Aluna de doutorado da mesma instituição, desenvolve pesquisa sobre jornalismo local e regional no território fluminense. É professora do curso de Jornalismo do Centro Universitário Fluminense (UNIFLU Campus II), em Campos dos Goytacazes (RJ).

Downloads

Publicado

22-05-2014

Edição

Seção

Artigos / Artículos