POBRES SÃO OS OUTROS: DESIGUALDADE SOCIAL E PRODUÇÃO DE SENTIDOS

Daniela Savaget Barbosa Rezende

Resumo


Tendo o Campo da Comunicação e Saúde como lugar de ancoragem, apresentamos resultados de uma pesquisa de doutorado que se empenhou em observar a pobreza e as desigualdades sociais em saúde sob a ótica da produção social dos sentidos. Na pesquisa foram analisados discursos de três núcleos produtores de sentidos sobre a pobreza: o Estado, a Mídia e a População. O foco deste artigo recai sobre a População, que abrangeu dois grupos com vivências da pobreza, expressas respectivamente por “contação de histórias” e fotografias. Existem convergência de sentidos entre Mídia e Estado, porém dissonantes dos atribuídos pelo núcleo População.


Palavras-chave


Comunicação e Saúde; Desigualdade Social; Pobreza; Produção Social dos Sentidos.

Texto completo:

PDF