REGISTROS DA CULTURA ANDINA: A FOTOGRAFIA HUMANISTA DE MARTÍN CHAMBI

Autores

  • Maria Cristina Gobbi Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)
  • Denis Porto Renó Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Palavras-chave:

COMUNICAÇÃO, PENSAMENTO COMUNICACIONAL LATINO- -AMERICANO, FOTOGRAFIA, MARTÍN CHAMBI.

Resumo

A fotografia tem sido usada como registro cultural, antropológico e jornalístico desde o seu surgimento. Apesar de ser uma linguagem desenvolvida por uma tecnologia, a fotografia também foi empregada por grupos populares no registro cultural de seus povos. Um exemplo dessa prática é a obra do fotógrafo peruano Martín Chambi, considerado o primeiro fotógrafo indígena do Peru e autor de um tipo de fotografia denominada humanista. Apoiado em uma reflexão conceitual e histórica sobre o Pensamento Comunicacional Latino-Americano e da folkcomunicação, este estudo desenvolve um comparativo imagético entre fotos de Martin Chambi e de um dos autores do artigo, sustentando-o como um fotógrafo humanista.

Biografia do Autor

Maria Cristina Gobbi, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Livre docentente em História da Comunicação e da Cultura na América Latina. Pós-Doutora pelo Programa de Integração da América Latina (PROLAM) da Universidade de São Paulo. Bolsista do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Coordenadora da pesquisa sobre o Panorama da Comunicação e das Telecomunicações 2012-2013. Vice-coordenadora do Coordenadora do Grupo de Pesquisa “Pensamento Comunicacional Latino-Americano” do CNPq. E-mail: mcgobbi@terra.com.br ou cristina.gobbi@unesp.br.

Denis Porto Renó, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Livre-docente em Ecologia dos Meios e Narrativas Imagéticas. Pesquisador e professor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) e bolsista PQ1. 

Downloads

Publicado

19-09-2020

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social