RÁDIO E MIDIATIZAÇÃO: O VÍNCULO COM OS OUVINTES EM PROGRAMAS RADIOJORNALÍSTICOS MATINAIS

Autores

  • Antônio Francisco Fontes Silva Universidade Federal do Piauí - UFPI
  • Paulo Fernando de Carvalho Lopes Universidade Federal do Piauí - UFPI

Palavras-chave:

DISCURSOS, MIDIATIZAÇÃO, OUVINTES, RADIOJORNALISMO

Resumo

Este artigo apresenta uma análise das estratégias de vínculo com os ouvintes de quatro programas radiojornalísticos de Teresina (PI): Jornal da Clube (FM Clube Teresina 99,1), Notícias da Boa (Rádio Jornal Meio Norte 90,3), Jornal da Teresina I Edição (Teresina FM 91,9) e Acorda Piauí (Rádio Cidade Verde 105,3. Com base na Teoria dos Discursos Sociais, Pinto (2002) e no conceito de midiatização, Verón (2004, 2014) e Fausto Neto (2008), faz-se necessário investigar como são organizadas e quais são as estratégias usadas pela produção das referidas emissoras para criar um vínculo com os ouvintes numa nova ambiência onde o processo interacional tem a mídia como um lugar de produção de sentidos.

Biografia do Autor

Antônio Francisco Fontes Silva, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM). Membro do Grupo de Pesquisa Jornalismo e Discursos (JORDIS). Experiência na área de produção em radiojornalismo.

  

Paulo Fernando de Carvalho Lopes, Universidade Federal do Piauí - UFPI

Doutor em Comunicação e Cultura pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-UFRJ), Professor na linha de pesquisa Processos e Práticas em Jornalismo do Mestrado em Comunicação da UFPI. Membro efetivo do Núcleo de Pesquisa em Comunicação e Jornalismo (NUJOC). Coordenador do Grupo de Pesquisa, Rádio, Jornalismo e Discursos(JORDIS).

Downloads

Publicado

19-09-2020

Edição

Seção

Artigos livres / Artículos libres