COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL: MOBILIZANDO A MEMÓRIA PARA A PRÁTICA DA ESTRATÉGIA

Autores

  • Victor Márcio Laus Reis Gomes PUCRS
  • Renata Andreoni PUCRS

Resumo

Resumo:

Este artigo apresenta uma reflexão teórica em torno da mobilização da memória para a prática da estratégia através da comunicação organizacional. A memória é pensada como suporte, contexto e elemento constituinte da prática da estratégia. A comunicação organizacional, por sua vez, é compreendida como um ambiente para criação de laços identitários suscitados a partir da memória. Nossa reflexão é baseada no Paradigma da Complexidade e considera o contexto da Hipermodernidade. Assim, a partir dos princípios dialógico, recursivo e hologramático,discutimos como o sentimento de identificação, fomentado por práticas comunicacionais e despertado pela memória, suporta, contextualiza e constitui a prática da estratégia.

Palavras-chave: Memória; Identidade; Prática da Estratégia.

Resumen:

Este artículo presenta una reflexión teórica sobre la movilización de la memoria para la práctica de la estrategia a través de la comunicación organizacional. La memoria está pensada como suporte, contexto y elemento constitutivo de la estrategia. La comunicación organizacional, a su vez, se entiende como un espacio para la creación de lazos de identidad provocados por la memoria. Nuestra reflexión se basa en el Paradigma de la Complejidad y considera el contexto dela Hipermodernidad. Desde los principios dialogico, recursivo y hologramatico se discute cómo el sentido de identificación, impulsado por las prácticas de comunicación y despertado por la memoria, soporta, contextualiza y constituye la práctica de la estrategia.

Palabras clave: Memoria; Identidad; Práctica de la Estrategia.

Abstract:

This paper presents a theoretical reflection about memory mobilization in the strategy practice through organizational communication. Memory is considered as a basis, a context, and a constituent element of the strategy practice. The Organizational Communication, in turn, is understood as a site for the creation of identity bonds arising from memory. Our reflectionis based on the complexity paradigm and considers the hypermodern context. Taking as base the dialogic, recursive and holographic principles, we discuss how the sense of identification is driven by communication practices and aroused by memory, supporting, contextualizing and constituting the strategy practice.

Keywords: Memory; Identity; Strategy as Practice.

Biografia do Autor

Victor Márcio Laus Reis Gomes, PUCRS

Doutorando em Comunicação Social (PUCRS), bolsista CAPES; Mestreem Administração (UNISINOS); MBA em Gestão de Operações (University of Dallas); Graduado em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (PUCRS). Professor da Faculdade Porto-Alegrense e da ESPM.

Renata Andreoni, PUCRS

Mestranda em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (CAPES). Coordenadora da Unidade de Documentação e Memória da Cia. Carris Porto-Alegrense.

Downloads

Publicado

11-03-2014

Edição

Seção

Artigos / Artículos