Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) em Mato Grosso/Brasil: Comunicação e Práticas Culturais

Autores

  • Gibran Luis Lachowski Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
  • Yuji Gushiken Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Palavras-chave:

CEBs, comunicação ritual, comunicação como cultura, práticas culturais

Resumo

No modelo de comunicação como cultura (Lima, 2001) e na perspectiva da comunicação como ritual (Carey, 1992), analisa-se neste artigo duas práticas recorrentes nas Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) da Igreja Católica no Brasil: culto aos mártires e mística espiritual, observadas em pesquisa de campo no estado de Mato Grosso (2017-2020). Nas CEBs, as práticas culturais mostram uma dimensão comunicacional que conjuga religiosidade e política. A emergência das CEBs nos anos 1960 reflete a luta contra a ditadura militar, quando passaram a se envolver com movimentos sociais pela cidadania e subjetividade, com eles atuando e se confundindo.

Biografia do Autor

Gibran Luis Lachowski, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Gibran Luis Lachowski, professor do curso de Jornalismo da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e doutorando no Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Membro do Grupo de Pesquisa em Comunicação e Cidade (Citicom-UFMT). Mestre em Estudos de Linguagem pela UFMT.

Yuji Gushiken, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

professor do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Líder do Grupo de Pesquisa em Comunicação e Cidade (Citicom-UFMT). Doutor em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pós-doutorando em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

Downloads

Publicado

08-06-2021

Edição

Seção

Artigos livres / Artículos libres