FLUXOS URBANOS E PODER: O RIO DE JANEIRO E O GOVERNO DOS TRANSPORTES

Autores

  • Leandro José Carmelini Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
  • Danichi Hausen Mizoguchi

Palavras-chave:

TRANSPORTE, PODER, COMUM, CIDADE

Resumo

Este texto discute poder e transporte. Modais locomotivos são máquinas comunicacionais, pois contribuem para a organização do comum urbano, mas são também  agentes importantes do encaixe entre Estado,  capitalismo e cidade. A discussão versa sobre a cidade do Rio de Janeiro, em particular sobre dois momentos históricos marcados por reformas urbanas e implementação de infraestrutura viária: as gestões de Pereira Passos, entre 1902 e 1906, e de Eduardo Paes, entre 2009 e 2016. Defendemos a hipótese de que a estruturação viária carioca serve, historicamente, ao constrangimento das intensidades urbanas.

     

Biografia do Autor

Leandro José Carmelini, Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

      

Danichi Hausen Mizoguchi

   

Downloads

Publicado

04-10-2021

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social