RIO DE JANEIRO: A COMUNICAÇÃO E A CONSTRUÇÃO DA CIDADE-ESPETÁCULO

Autores

  • Ricardo Ferreira Freitas Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Vânia Oliveira Fortuna Universidade Federal Fluminense

Resumo

Resumo:

A proposta deste artigo é discutir a construção da vocação do Rio de Janeiro para abrigar megaeventos, com inspiração no imaginário da Exposição Nacional de 1908, na Exposição Internacional de 1922 e nos Jogos Pan-americanos de 2007. Esses eventos valorizaram a monumentalidade como argumento que elevaria a cidade a ambientes internacionais propícios ao exercício do capitalismo pleno. No século XXI, com a tentativa de reinvenção da marca Rio de Janeiro, temos uma série de megaeventos que valorizam importantes receitas turísticas do Brasil nos diversos campos dos negócios. Novamente, a ideia de internacionalização é associada à cidade.

Palavras-chave: Cidade; Comunicação; Megaeventos.

Abstract:

The purpose of this paper is to discuss the construction of the vocation of Rio de Janeiro to host mega events, inspired by the imagery of National Exhibition of 1908, the International Exhibition of 1922 and the Pan American Games of 2007. Those events valued the monumentality of Rio de Janeiro as an argument to improve the city as an international place conducive to the full exercise of capitalism. In the 21st century, with the attempt to reinvent the Rio de Janeiro brand, there have been a series of mega events that value important tourism revenue in Brazil in various fields of business. Again the idea of internationalization is associated with the city.

Keywords: City; Communication; Megaevents.

Resumen:

El propósito de este trabajo es discutir la construcción de la vocación de Rio de Janeiro como sede de grandes eventos, inspirado en el imaginario de la Exposición Nacional de 1908, la Exposición Internacional de 1922 y en los Juegos Panamericanos de 2007. Esos eventos valoraran la monumentalidad como el argumento que elevaría a la ciudad a un entorno internacional propicio para el ejercicio del capitalismo pleno. En el siglo XXI, con el intento de reinvención de la marca Rio de Janeiro, tenemos una serie de mega-eventos que valorizan los ingresos del turismo en Brasil en diversos campos de negocio. Una vez más, la idea de la internacionalización es asociada a la ciudad.

Palabras clave: ciudad; comunicación; mega-eventos.

 

Biografia do Autor

Ricardo Ferreira Freitas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Coordenador do PPGCOM/UERJ. Possui graduação em Comunicação Social (habilitação em relações públicas) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro(1984), mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990) e doutorado em Sociologia - Universite de Paris V (Rene Descartes) (1993). Desenvolveu estágio pós-doutoral em Comunicação no CEAQ/Sorbonne com bolsa da CAPES (2006/2007). É professor associado da Faculdade de Comunicação Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, onde leciona, desde 1986, na graduação de Relações Públicas.

Vânia Oliveira Fortuna, Universidade Federal Fluminense

Doutoranda em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestrado em Comunicação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ-2009), especialização em Comunicação Empresarial pela Universidade Candido Mendes (2005), extensão universitária em Organização de Eventos, Cerimonial e Protocolo pela Universidade Candido Mendes (2001) e graduação em Comunicação Social (habilitação em Jornalismo) pela Universidade Estácio de Sá (1984). É membro dos grupos de pesquisa Comunicação Urbana, Consumo e Eventos e CAC - Comunicação, Arte e Cidade, ambos da UERJ.

Downloads

Publicado

25-10-2013

Edição

Seção

Comunicações Científicas / Comunicaciones Científicas