CIUDAD PERSONA E A RELAÇÃO ENTRE CORPOS

Autores

  • Regiane Miranda de Oliveira Nakagawa
  • Fábio Sadao Nakagawa

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v16i30.523

Resumo

Tendo por base a compreensão proposta por V. V. Ivanov sobre o modelo de funcionamento semiótico da cidade como uma “pessoa” e a perspectiva epistemológica de estudo da cultura vinculada à semiosfera (Lotman, 1996), este artigo realiza a análise de um grupo de cartazes que compôs a exposição Ciudad Persona, ocorrida na cidade de Madrid em 2018. Como estratégia metodológica de análise, partiu-se do reconhecimento de um dominante presente num grupo de peças, relativo à correlação estabelecida entre o “corpo humano” e o “corpo da cidade”. Com isso, foi possível delinear como a ideia concernente à “cidade pessoa” é ressignificada na atualidade. PALAVRAS-CHAVE: SEMIÓTICA DA CULTURA; ANÁLISE SEMIÓTICA; CIDADE; DESIGN GRÁFICO.

Downloads

Publicado

13.08.2019

Como Citar

NAKAGAWA, R. M. de O.; NAKAGAWA, F. S. CIUDAD PERSONA E A RELAÇÃO ENTRE CORPOS. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 16, n. 30, 2019. DOI: 10.55738/alaic.v16i30.523. Disponível em: http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/523. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social