MIDIATIZAÇÃO EM PERSPECTIVA GENEALÓGICA: O CAVE E A HISTÓRIA DA MÍDIA EVANGÉLICA NO BRASIL

Autores

  • Marcio T. D’Amaral
  • Priscila Vieira Souza

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v18i32.589

Resumo

Estudo histórico contextual que investiga, em perspectiva genealógica, como a mídia
evangélica desenvolveu-se no país, examinando as condições de midiatização desse segmento
social. A questão é provocada no presente e busca no percurso histórico da mídia evangélica
relações de três narrativas/histórias/fatos do passado: o Centro Audio Visual Evangélico,
CAVE; a história da mídia evangélica; a história do protestantismo no Brasil, conforme
elaborada por Mendonça (2005; 2008). Aponta para as experiências midiáticas evangélicas do
passado como integradas aos recentes processos de midiatização do grupo social.
PALAVRAS-CHAVE: MÍDIA E RELIGIÃO; MIDIATIZAÇÃO; HISTÓRIA DA MÍDIA; PROTESTANTISMO.

Downloads

Publicado

20.05.2020

Como Citar

T. D’AMARAL, M.; VIEIRA SOUZA, P. MIDIATIZAÇÃO EM PERSPECTIVA GENEALÓGICA: O CAVE E A HISTÓRIA DA MÍDIA EVANGÉLICA NO BRASIL. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 18, n. 32, 2020. DOI: 10.55738/alaic.v18i32.589. Disponível em: http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/589. Acesso em: 3 mar. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social