Rádio expandido?

imaginários, plataformas e acessibilidades para idosos em ambientes digitais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v22i44.1045

Palavras-chave:

Rádio expandido, Plataformização, Idosos, Acessibilidade

Resumo

O objetivo deste texto é estabelecer um diálogo, articulando tensões e possibilidades, para a reflexão sobre mudanças tecnológicas e culturais no rádio, tanto do ponto de vista teórico-metodológico quanto do ponto de vista pragmático das emissoras, e a presença de idosos como público ouvinte e seus desafios para uma vida plataformizada. Propomos uma articulação entre as discussões sobre o rádio expandido (Kischinhevsky, 2015, 2016) e hipermidiático (Lopez, 2010; Kochhann, Freire e Lopez, 2011; Orihuela, 2015) às perspectivas de acessibilidade comunicativa (Bonito, Dos Santos 2020) e acessibilidade afetiva (Autor, 2019). 

Biografia do Autor

Sônia Caldas Pessoa, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Professora de Comunicação Social da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Bolsista Produtividade do CNPQ e Capes-Print  Profa visitante no Institut Mines-Télécom, França (2023/2024). Co-Coordenadora do Afetos: Grupo de pesquisa em Comunicação, Acessibilidade e Vulnerabilidades e do Laboratório de Experimentações Sonoras e da Rádio Terceiro Andar (UFMG). soniacaldaspessoa@gmail.com.

Downloads

Publicado

25.01.2024

Como Citar

CALDAS PESSOA, S. Rádio expandido? : imaginários, plataformas e acessibilidades para idosos em ambientes digitais . Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 22, n. 44, 2024. DOI: 10.55738/alaic.v22i44.1045. Disponível em: https://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/1045. Acesso em: 18 maio. 2024.