Categorização para as modalidades contemporâneas da reportagem radiofônica brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v22i44.1063

Palavras-chave:

Rádio, Radiojornalismo, Reportagem radiofônica, Modalidade radiofônica

Resumo

O artigo tem como objeto de estudo a reportagem radiofônica brasileira e sua reconfiguração na contemporaneidade. O objetivo geral é apresentar uma proposta de categorização para as diferentes modalidades deste formato radiofônico. A metodologia utilizada é o estudo de casos múltiplos, tendo a análise documental como técnica e método, e a análise do produto radiojornalístico como procedimento metodológico. A pesquisa envolveu a análise de 55 reportagens veiculadas em rede nacional no dial e na internet. Como resultado, é formulada uma proposição de categorias para as modalidades da reportagem no rádio hertziano e sua adequação para a web.

Biografia do Autor

Arnaldo Zimmermann, Furb - Universidade Regional de Blumenau

Professor de Jornalismo e Publicidade & Propaganda da FURB – Universidade Regional de Blumenau. Doutor e mestre em Jornalismo (UFSC). Especialista em Publicidade (FURB). Graduado em Jornalismo (UNISOCIESC) e Letras (FURB). Jornalista. Integrante do Grupo de Investigação em Rádio, Fonografia e Áudio – Girafa/UFSC/CNPq. Email: arnaldozimmermann@gmail.com.

Valci Zuculoto, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora de Pós-Graduação e Graduação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutora e Mestre em Comunicação (PUCRS), pós-doutora (ECO/UFRJ). Presidenta da Alcar. Integra a coordenação da Rede de Pesquisa RadioJor/SBPJor e da Rede das Rádios Universitárias do Brasil (RUBRA). Líder do Grupo de Investigação em Rádio, Fonografia e Áudio - Girafa/UFSC/CNPq. E-mail: valzuculoto@hotmail.com

Downloads

Publicado

25.01.2024

Como Citar

ZIMMERMANN, A.; ZUCULOTO, V. Categorização para as modalidades contemporâneas da reportagem radiofônica brasileira. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 22, n. 44, 2024. DOI: 10.55738/alaic.v22i44.1063. Disponível em: https://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/1063. Acesso em: 18 maio. 2024.