APRENDIZADOS COM GRUPOS DE FAVELAS: O USO DE FERRAMENTAS VIRTUAIS EM UMA PESQUISA PARTICIPATIVA.

Autores

  • Fabiana Melo Sousa
  • marize Bastos da Cunha
  • Fatima Pivetta

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v19i35.667

Palavras-chave:

Produção compartilhada de conhecimentos, ­comunidade ampliada de pesquisa ação, comunicação popular, ­redes sociais.

Resumo

O artigo é uma contribuição às reflexões sobre o uso das ferramentas virtuais em pesquisas, a partir das experiências do Laboratório Territorial de Manguinhos com Comunidades Ampliadas de Pesquisa Ação em favelas do Rio de Janeiro. Tem como referência metodológica para interação com o território a realização de ciclos da comunicação “produção-circulação- -apropriação” de conhecimentos, dando visibilidade às experiências e aos saberes dos agentes sociais do lugar. Em diálogo com o campo da comunicação popular discutimos os aprendizados com os usos das redes sociais de favelas em pesquisa.

Downloads

Publicado

03.02.2021

Como Citar

MELO SOUSA, F.; BASTOS DA CUNHA, marize; PIVETTA, F. APRENDIZADOS COM GRUPOS DE FAVELAS: O USO DE FERRAMENTAS VIRTUAIS EM UMA PESQUISA PARTICIPATIVA. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 19, n. 35, 2021. DOI: 10.55738/alaic.v19i35.667. Disponível em: https://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/667. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social