PRORROGAÇÃO DE SUBMISSÕES. NOVA DATA LIMITE: 12/09/2022. Chamada para a publicação de artigos da 41ª edição da Revista Latinoamericana de ciências de la comunicación Dossiê Temático: – Comunicação para o desenvolvimento sustentável

04-07-2022

Chamada para a publicação de artigos da 41ª edição da Revista  Latinoamericana de ciências de la comunicación

Dossiê Temático: – Comunicação para o desenvolvimento sustentável

A data limite para envio dos artigos será 12/09/2022

 

Coordenadores do dossiê:

Ruy Sardinha Lopes (Universidade de São Paulo)

rsardinhalopes@uol.com.br

 

Gustavo Ramon  Cimadevilla  (Universidad Nacional de Rio Cuarto/ Argentina)

gcimadevilla@yahoo.com.ar

 

 

Se para pensar o binômio comunicação/desenvolvimento ou “comunicação para o desenvolvimento” devemos nos voltar aos estudos fortemente marcados pelo pensamento funcionalista norte-americano da década de 1950;  nos dias atuais não podemos deixar de reconhecer como nos chamados “países em desenvolvimento” se geraram importantes contribuições. Entre elas as do pensamento crítico latino-americano que trouxe um conjunto de novas reflexões que permitiram, entre outras conquistas, não somente o contraponto necessário às concepções economicistas de desenvolvimento, mas também a ampliação da  complexidade do se  entendia por “comunicação”. 

É certo também que, de lá para cá, muita coisa mudou, o mundo e a sociedade inclusive.  Novas questões e desafios se impuseram. Entre eles, o acirramento das crises ambiental e climática, de modo que, pelo menos desde a década de 1980, a questão ambiental se viu elevada a issue de primeiro time na agenda política internacional. É significativo, por exemplo, que a Organização das Nações Unidas tenha dado relevância às questões ambientais e climáticas  entre seus Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e a Agenda 2030.

Em discussão não apenas o impacto ambiental dos modelos de desenvolvimento das nações, mas a necessidade de se repensar e reinventar as bases estruturais que sustentam a ordem social e econômica vigente. Para isso, o reequacionamento do binômio comunicação/desenvolvimento se faz tão necessário quanto a superação do caráter meramente instrumental com que este campo disciplinar é tratado tanto nas políticas públicas quanto em muitos cursos de formação profissional.  Mas do que nunca, cabe retornarmos ao alerta feito por Juan Bordenave:

Não. Nós comunicadores para o desenvolvimento não podemos fechar os olhos para a realidade em que vivemos e a urgência de sua transformação. [...] Temos que aceitar o fato de que o desenvolvimento é um processo de transformação integral, que inclui transformações políticas, econômicas, sociais, técnicas e culturais. Não há fronteiras entre a comunicação popular e a educação popular. Nós comunicadores para o desenvolvimento deveríamos também ser educadores para o desenvolvimento, ou seja, deveríamos nos aproximar destes dois processos, que se divorciaram (BORDENAVE, 2012p. 19)

 Para este dossiê, temos como objetivo fomentar a discussão sobre a contribuição das ciências da comunicação, e das práticas comunicacionais e informacionais para a constituição de modelos de desenvolvimento outros, mais sustentáveis e inclusivos. Abordagens teóricas, em especial aquelas que dialoguem com a tradição crítica latino-americana e as epistemologias do Sul, que permitam repensar o binômio comunicação/desenvolvimento, bem como análises das experiências e políticas comunicacionais locais e regionais serão muito bem vindas. Aceitam-se para avaliação e publicação artigos escritos  nas línguas espanhola, portuguesa e inglesa , respeitando-se os padrões de qualidade e normas linguísticas vigentes. Não serão admitidos artigos que façam uso, inclusive nos títulos e resumos de tradutores automáticos

Eixos temáticos

  • Comunicação para o desenvolvimento e seus desafios contemporâneos.
  • Comunicação, desenvolvimento e a questão ambiental.
  • Comunicação, objetivos de desenvolvimento do milênio e Agenda 2030.
  • Comunicação para o desenvolvimento sustentável sob a perspectiva do sul-global.

BORDENAVE, J.D. Os novos desafios da comunicação para o desenvolvimento. HEBELÊ, A., Cozenza, B., SOARES, F. (eds). Comunicação para o desenvolvimento. Brasília, DF: Embrapa, 2012

Orientações para autoras/es:

A data limite para envio dos artigos será 10/08/2022

Os textos devem seguir as normas da revista que se encontram disponíveis em:

http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/about/submissions