JUVENTUDE E MIDIATIZAÇÃO: REFLEXÕES SOBRE AS (RE) CONFIGURAÇÕES DA COMUNICAÇÃO E DA CULTURA NO COTIDIANO

Autores

  • Carla Baiense Felix

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v15i29.495

Resumo

Este artigo analisa as relações de um grupo de jovens estudantes de jornalismo da Universidade Federal Fluminense (UFF) com a mídia, tendo como corpus as reflexões produzidas ao longo de três grupos focais, realizados na própria universidade, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, entre setembro e outubro de 2017. A partir dos dados, pudemos observar como se constituem as configurações midiáticas de seus mundos midiatizados (HEPP, 2014) e o que nos dizem sobre a mutação cultural contemporânea (JACKS; SCHMITZ, 2017). PALAVRAS-CHAVE: JUVENTUDE; CULTURA; MIDIATIZAÇÃO; COTIDIANO.

Downloads

Publicado

10.04.2019

Como Citar

FELIX, C. B. JUVENTUDE E MIDIATIZAÇÃO: REFLEXÕES SOBRE AS (RE) CONFIGURAÇÕES DA COMUNICAÇÃO E DA CULTURA NO COTIDIANO. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 15, n. 29, 2019. DOI: 10.55738/alaic.v15i29.495. Disponível em: http://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/495. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Comunicação popular, cidadania e mudança social / Dosier: Comunicación Popular, Ciudadanía y Cambio Social