O podcast como instituição social independente

provocações a partir dos estudos radiofônicos no Brasil

Autores

  • Andrei dos Santos Rossetto PUC_RS / UFRGS / ESPM
  • Luiz Artur Ferraretto Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v22i44.1059

Palavras-chave:

podcast, rádio, instituição social, criação cultural

Resumo

A partir dos estudos radiofônicos brasileiros, procura provocar um debate sobre o podcast como instituição social independente do rádio. Embora autores como Lopez (2010), Kischinhevsky (2016) e AUTOR (DATA), tenham incluído o fenômeno comunicacional sob a categoria rádio, argumenta-se que o uso pelo público do conteúdo assim formatado definiu o podcast como meio à parte daquele mais antigo e do qual, em termos de linguagem, se assemelha. Utilizam-se como base para tal discussão formulações teóricas de Lemos (11 jul. 2005), Primo (2005), Vicente (2018) e Berry (2006, 2016, 2022). Faz-se ainda um paralelo com o que Meditsch (2007, 2010), com base em Groth (2006), apresenta a respeito do rádio como instituição social e criação cultural, utilizando ainda os estudos de Gambaro (2019) a respeito.

Biografia do Autor

Luiz Artur Ferraretto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor e pesquisador do curso de Jornalismo e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. Doutor em Comunicação e Informação pela mesma instituição.

Downloads

Publicado

25.01.2024

Como Citar

ROSSETTO, A. dos S.; FERRARETTO, L. A. O podcast como instituição social independente: provocações a partir dos estudos radiofônicos no Brasil. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 22, n. 44, 2024. DOI: 10.55738/alaic.v22i44.1059. Disponível em: https://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/1059. Acesso em: 18 maio. 2024.