A Cobertura esportiva em tempos de plataformização

um olhar sobre as experiências das rádios cearenses

Autores

  • Bruno Balacó Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Maria Érica de Oliveira Lima Universidade Federal do Ceará (UFC)

DOI:

https://doi.org/10.55738/alaic.v22i44.1074

Palavras-chave:

Rádio, Rádio esportivo, plataformização, streaming, podcasts

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar as estratégias de transmissão, de distribuição, de conteúdo e de interação com a audiência empreendidas por emissoras de rádio do estado do Ceará com programação esportiva multiplataforma. Utilizamos como objeto de estudo três experiências: os programas Esportes do Povo (Rádio O POVO/CBN), Jogada (Rádio Verdinha FM) e Futebolês (Rádio Jangadeiro/Band News). Nosso referencial teórico parte dos conceitos de Rádio expandido (KISCHINHEVKSY, 2016), rádio hipermidiático (LOPEZ, 2010) e Plataformização (POELL, VAN DIJCK e NIEBORG, 2020). Para realização deste estudo, utilizamos como metodologia o estudo de caso (DUARTE, 2008) e a coleta de dados no acervo digital das emissoras. Como resultado, concluímos que a cobertura esportiva no rádio está cada vez mais visual, extrapolando sua base tradicional, que é apenas sonora, incorporando diferentes elementos do universo digital, como a realização de podcasts e transmissões via streaming em plataformas.

Biografia do Autor

Maria Érica de Oliveira Lima , Universidade Federal do Ceará (UFC)

Professora Associada do Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM) e do curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará (UFC). 

Downloads

Publicado

25.01.2024

Como Citar

BALACÓ, B.; DE OLIVEIRA LIMA, M. Érica. A Cobertura esportiva em tempos de plataformização: um olhar sobre as experiências das rádios cearenses. Revista Latinoamericana de Ciencias de la Comunicación, [S. l.], v. 22, n. 44, 2024. DOI: 10.55738/alaic.v22i44.1074. Disponível em: https://revista.pubalaic.org/index.php/alaic/article/view/1074. Acesso em: 18 maio. 2024.